Saiba agora como planejar e implementar ações de live marketing

Saiba agora como planejar e implementar ações de live marketing

Ações de live marketing tendem a oferecer o encantamento do qual as marcas precisam, pois se utilizam de ferramentas capazes de propiciar uma boa experiência ao usuário. Elas tanto promovem engajamento quanto trazem melhorias ao branding.

Com o crescimento da concorrência e a atenção cada vez mais disputada, é necessário que as empresas invistam em estratégias desse tipo para conseguirem atrair o público. Acompanhe o restante do texto para saber mais sobre essa técnica!

O que são as ações de live marketing?

São atividades voltadas para a interação com o público e para a experiência de marca, de modo a agregar valor ao negócio. As práticas estimulam o consumidor a participar e se envolver mais profundamente com a empresa.

Esse engajamento tende a criar sensações positivas, que fazem o usuário relacioná-las com a marca. Com isso, ela consegue criar relacionamentos mais sólidos, bem como potencializar as vendas e a fidelização de clientes.

Qual a importância de um planejamento?

Realizar um bom planejamento permite que o negócio tome decisões mais acertadas, o que evita gastos desnecessários de recursos. Além disso, é nessa fase que ações importantes são delimitadas. Entre elas, a definição do público que será atingido e dos objetivos que a empresa deseja obter por meio da estratégia.

Como planejar essas ações?

A seguir, explicaremos os passos necessários para fazer um bom planejamento de ações de live marketing. Vamos lá!

Decidir ações e ferramentas

Esse é o momento de estabelecer as práticas que serão implementadas para que os consumidores experimentem sensações positivas com a marca.

Por exemplo, se a empresa realizar um evento para promover os novos produtos, como ela faria para os clientes entrarem em contato com as novidades? Dependendo do nicho, promover uma experiência por meio da realidade virtual seria bastante engajador.

Programar o período

É importante pensar na data para realizar o evento e no seu tempo de duração, pois isso influencia a divulgação e o orçamento. Um dos pontos a ser analisado nesse sentido é o público-alvo. Se os clientes principais são os jovens, por exemplo, talvez o início das férias seja o período ideal — já que depois muitos viajam.

Definir metas

Claro, as metas desejadas são primordiais para dizer quais ações são mais adequadas. Aqui, a marca decidirá o que ela quer com esse investimento. Pode ser, entre outras coisas:

  • aumentar a cartela de clientes;
  • conseguir mais fidelizações;
  • apresentar um novo valor da empresa.

Fazer a divulgação

É por meio da divulgação que as pessoas vão saber da existência do evento e se interessar por participar. Sendo assim, ela também precisa ser bem pensada, para que todas as demais ações não tenham sido em vão. O e-mail-marketing e as publicações em redes sociais costumam funcionar bastante.

Determinar o orçamento e a estrutura

O orçamento precisa ser colocado no papel, a fim de não comprometer a saúde financeira da empresa. Além disso, ele é essencial para definir uma série de questões. Tais como:

  • a estrutura do evento;
  • o local;
  • o quantidade de convidados;
  • os brindes ofertados.

É interessante ter o apoio de uma agência de design para ajudar nas ações de live marketing. Com base nos seus cases de sucesso, ela vai saber o que pode dar mais certo para cada negócio. Quando as atividades são estrategicamente implementadas, os efeitos tendem a ativar mais as marcas, agregar valor e promover boas sensações ao público.

Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter e receba ótimas dicas de marketing digital em seu e-mail!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *