Descubra qual o segredo por trás do marketing da Apple!

Descubra qual o segredo por trás do marketing da Apple!

Para quem administra uma empresa, conhecer cases de sucesso é uma maneira interessante de obter novas ideias. E quando o assunto é estratégia de branding, o marketing da Apple é uma grande oportunidade de aprender.

A maior empresa de tecnologia do mundo sabe fazer a gestão de sua marca e, por isso, seu sucesso é tão grande, mais até do que a diferenciação de seus produtos. Neste post, explicamos a origem e o que está por trás desse sucesso. Acompanhe!

A construção da marca

Surgida em 1976, a Apple nasceu pelas mãos de dois jovens estudantes, Steve Jobs e Steve Wozniak. Eles construíram o Apple I, um projeto bastante avançado para a época. Alguns anos depois, a companhia criou os computadores Macintosh e passou a investir mais em marketing.

Em 1984, o comercial da empresa foi veiculado no intervalo do Super Bowl, um dos maiores eventos esportivos dos Estados Unidos. Com isso, a marca criou uma grande expectativa a respeito do produto que ela lançaria em breve. No ano seguinte, ambos os fundadores deixaram a organização.

Jobs criou outra empresa, mas voltou para a Apple em 1996, quando seu novo empreendimento foi comprado por ela. Ao retornar, fez mudanças essenciais: cortou linhas de produtos e apostou em um design mais jovem. Nos anos seguintes, surgiram o iPod, o MacBook, o iPhone e o iPad.

O que é muito interessante na história de sucesso da companhia é que ela não criou nenhuma tecnologia inovadora: computadores, MP3 players e smartphones já existiam. O que a marca fez foi se inspirar neles e adotar uma nova abordagem para criar maior desejo nos consumidores.

O posicionamento da marca

É por meio de estratégias de branding que uma empresa comunica seus valores e seu posicionamento ao mercado. No caso da Apple, Jobs decidiu que a tecnologia tinha de ser fácil, simples e ter papel de destaque na forma como os humanos se relacionam.

Por isso, a marca tem personalidade simples, divertida e amigável — o que faz que seus clientes a avaliem, recomendem seus produtos e se engajem com ela. Além disso, ela busca incentivar a realização de sonhos e a ideia de que é preciso ter um posicionamento na vida e defender seus ideais. Isso é mostrado ao público em todas as situações possíveis: no design, no atendimento ao cliente e nos anúncios.

Outra maneira que a companhia utiliza para se apresentar como a solução ideal é criticar a excessiva complexidade dos concorrentes. Outras empresas, como IBM e Microsoft, são interpretadas como convencionais e de mau gosto: elas são as vilãs que ajudam a criar a narrativa em que a Apple é a heroína.

A força da marca

A Apple consegue expressar seus valores e sua missão em cada nível de atuação: com os colaboradores, no atendimento ao cliente e na qualidade dos produtos. Isso é essencial para aumentar a percepção de valor, o que também permite apresentar preços mais altos.

A simplicidade no design é outro diferencial importante que contribui para a força da Apple mundialmente: o logo é fácil de memorizar e permite o rápido reconhecimento da marca. Em todo o material da companhia, os gráficos e os textos são simples e de fácil compreensão.

Outro segredo da Apple é a expectativa produzida antes de cada lançamento. Jobs costumava criar apresentações de produtos que só estariam no mercado após alguns meses para avaliar a reação do público, fazer melhorias e aumentar as vendas quando efetivamente os lançasse.

Entendeu o poder das estratégias de branding e marketing da Apple? Para utilizá-las na sua organização, analise a qualidade do seu produto, defina sua missão e seus valores, use elementos de design e storytelling, e ofereça uma boa experiência ao cliente.

Gostou deste post? Então, compartilhe-o nas suas redes sociais para que seus amigos empreendedores tenham acesso a ele!

One thought on “Descubra qual o segredo por trás do marketing da Apple!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *